Fairy Tail PT-BR
Inscrevam-se e divirtam-se no unico forum PT-BR de Fairy Tail!

Fairy Tail PT-BR

Bem-vindos ao forum PT-BR dedicado a Fairy Tail.
 
InícioInício  PortalPortal  FaceTailFaceTail  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 As Realidades de Um Pensamento*

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
Fayne
Fairy Tail
Fairy Tail
avatar

Feminino Mensagens : 140
Idade : 20
Data de inscrição : 13/07/2014
Chaves : :0:1:1

MensagemAssunto: As Realidades de Um Pensamento*   Dom Jul 20, 2014 2:57 pm

Bem...ainda me lembro que eu escrevia muitas histórias nos fóruns, e por acaso desde há um ano para cá que tenho feito relatos ao pormenor da minha vida, mas tentando ao máximo retirar.lhe o estilo de diário, e pondo.o mesmo como uma história, ou seja um livrinho chamado "as realidades de um pensamento".
Por ser a minha vida é tudo real, mas é óbvio que eu não vou pôr aqui as centenas de páginas que escrevi à mão  Razz  mas simplesmente a história central que está incluída e também aquela que geralmente as pessoas querem ler.
Apesar de voces não saberem nem conhecerem as pessoas de quem eu falo na história eu vou tentar ao máximo explicar tudo com uns capítulos introdutórios e algumas recordações do passado pelo meio.
Sobre a minha escrita é normal. Conto tudo na 3ª pessoa, porque lá está, não quero que pareça um diário, aam as pessoas que importam mais na história têm alcunhas (que eu vou explicando), os diálogos e isso são como toda a gente faz e a única coisa que é diferente é que eu escrevo os pensamentos de algumas pessoas entre aspas. Por exemplo:

Ela baixou a cabeça.
"Que palerma que eu sou".

Espero que gostem e mal alguém peça para eu começar a escrever eu começo *-*

_________________


✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Popuri
Fairy Tail
Fairy Tail
avatar

Feminino Mensagens : 328
Idade : 19
Data de inscrição : 06/01/2014
Localização : No Japão, em Akihabara, a comprar muitas coisas *.*
Chaves : :1:3:0

MensagemAssunto: Re: As Realidades de Um Pensamento*   Dom Jul 20, 2014 4:07 pm

Oooh, eu vou querer ler! *-*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário https://www.youtube.com/user/PipocaPopuri http://j-poportugal.forumotion.com/
krats ferez
Grimoire Heart
Grimoire Heart
avatar

Masculino Mensagens : 125
Idade : 21
Data de inscrição : 10/08/2013
Localização : piracicaba-sp
Chaves : :0:0:0

MensagemAssunto: Re: As Realidades de Um Pensamento*   Dom Jul 20, 2014 4:17 pm

xD parece interessante

~esperando ^^

_________________

e agora Convidado ? a festa acabou a luz apagou o povo sumiu a noite esfriou e agora Convidado ?
e agora você , você que é sem nome que zomba dos outros você que faz versos que ama e protesta
e agora Convidado ?


=obg são lindas <: :
 


Às vezes ate chorava, ate ouvir os Saltimbancos rindo. Então obrigou os olhos a secar e o coração a morrer, e rezou para que a febre queimasse suas lagrimas. Agora sei como Tyrion se sentiu, todas as vezes que riram dele.
                                                                                                                               
  jaime lannister sobre dor que estava sentindo ( As Crônicas de Gelo e Fogo, livro 3 )
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://julio1337.tumblr.com/
Fayne
Fairy Tail
Fairy Tail
avatar

Feminino Mensagens : 140
Idade : 20
Data de inscrição : 13/07/2014
Chaves : :0:1:1

MensagemAssunto: Re: As Realidades de Um Pensamento*   Dom Jul 20, 2014 7:50 pm

hehehehe biigada *-*
vamos a isto entao  Razz 

☾Capítulo 1☽

Rapunzel sentou-se na ponta do passadiço, com os botins quase a tocar a areia bege.
Tudo se tinha tornado surreal desde que entrara para a música.
Para dizer a verdade, ela sentia que o resto do tempo que tinha passado, havia sido irrelevante.
- Vieste ver o mar?
Ela manteve os olhos fixos no azul belo e radiante que se encontrava à sua frente.
- Vim.
Ele sorriu e sentou-se à beira dela.
- Em que é que vieste pensar?
Ela desviou o olhar para ele.
- Em como tudo começou.
- Bem isso é uma longa história.
- Eu sei.
Sorriu-lhe.
Flynn era um homem elegante, dotado de uma beleza clássica, sempre arranjado e bem vestido. O típico músico que espalhava charme pelos corredores. Ao contrário do que muitas pessoas podiam achar, era casado e tinha uma filha.
- Ainda me lembro da primeira vez que tu entraste por aquela sala - comentou ele com o sorriso deslumbrante no rosto -toda cabisbaixa, e sem vontade nenhuma de aprenderes formação musical...eu odiei-te tanto naquela altura - riu-se.
- O sentimento foi mútuo.
- Pois eu sei Rapunzel, tu também não me ficavas atrás. - passou-lhe a mão pelo cabelo - mas é incrível...
- O quê?
- A forma como as pessoas com o tempo, mudam, crescem e lutam pelos seus sonhos que nada tinham haver com os do passado.
O rosto dela ficou um pouco mais sério.
- Ainda bem que é assim.
Ele levantou-se e estendeu-lhe a mão.
- Eu tenho de ir dar uma aula, vens?
- Claro.
Agarrou na mão dele que a levantou com a leveza de que só ele era capaz.
- Eu senti um cheirinho da cozinha.
Ela levantou a sobrancelha.
- Da cozinha de minha casa?
Ele abriu-lhe a porta do Ford preto brilhante graças à limpeza perfeccionista.
- Sim, pareceu-me o cheiro daqueles biscoitos que a tua mãe faz.
- Aaaaam.
Rapunzel tentou conter o riso.
- Desta vez não vou ter direito a comer alguns?
- Depende do tempo que demoras a devolver-me o tamparuere.
- Eu não demoro assim tanto tempo.
- Não que ideia, da última vez ficaste com ele 5 meses, mas não, não ficas tempo nenhum.
- O quê?! meu deus, que exagerada.
- Claro que sim.
Riram-se.
- Eu desta vez entrego logo querida, prometo.
- Se prometeres como das outras vezes sou uma sortuda- ironizou ela.
Ele abriu ainda mais um botão da camisa que já tinha um bom triângulo formado.
- Achas mesmo que é por eu ver ainda mais uns 3 cm do teu peito que te vou dar biscoitos?
Ele sorriu.
- Não custa tentar.
- És incrível.
Sorriram.

-----------------------------------------------------
Pronto, este foi o 1º capítulo para introduzir uma pessoa muito importante para a história (se não a mais  Razz ). Nos próximos capítulos vou incluir mais pessoas e mais música certamente ^-^
Espero que estejam a gostar *-*

P.S.: eu sei que não é tamparuere que se escreve mas não me consigo habituar a escrever direito  Razz 

_________________


✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Popuri
Fairy Tail
Fairy Tail
avatar

Feminino Mensagens : 328
Idade : 19
Data de inscrição : 06/01/2014
Localização : No Japão, em Akihabara, a comprar muitas coisas *.*
Chaves : :1:3:0

MensagemAssunto: Re: As Realidades de Um Pensamento*   Dom Jul 20, 2014 9:26 pm

Eu gostei muito! Fico à espera de mais *-*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário https://www.youtube.com/user/PipocaPopuri http://j-poportugal.forumotion.com/
krats ferez
Grimoire Heart
Grimoire Heart
avatar

Masculino Mensagens : 125
Idade : 21
Data de inscrição : 10/08/2013
Localização : piracicaba-sp
Chaves : :0:0:0

MensagemAssunto: Re: As Realidades de Um Pensamento*   Dom Jul 20, 2014 9:37 pm

ficou bem legal ^^
quando sai o próximo ?

_________________

e agora Convidado ? a festa acabou a luz apagou o povo sumiu a noite esfriou e agora Convidado ?
e agora você , você que é sem nome que zomba dos outros você que faz versos que ama e protesta
e agora Convidado ?


=obg são lindas <: :
 


Às vezes ate chorava, ate ouvir os Saltimbancos rindo. Então obrigou os olhos a secar e o coração a morrer, e rezou para que a febre queimasse suas lagrimas. Agora sei como Tyrion se sentiu, todas as vezes que riram dele.
                                                                                                                               
  jaime lannister sobre dor que estava sentindo ( As Crônicas de Gelo e Fogo, livro 3 )
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://julio1337.tumblr.com/
Fayne
Fairy Tail
Fairy Tail
avatar

Feminino Mensagens : 140
Idade : 20
Data de inscrição : 13/07/2014
Chaves : :0:1:1

MensagemAssunto: Re: As Realidades de Um Pensamento*   Seg Jul 21, 2014 7:13 pm

biigada aos dois *-* que queriiidos  RsRaposa Envergonhad 
bem vou escrever mais um agora entao hehehe ^-^

☾Capítulo 2☽

Estava numa aula de história, porém o que prendia a sua atenção eram as folhas de formação musical.
Tinha muitas leituras rítmicas e leituras solfejadas para treinar.
- Isso é mesmo chinês para mim. - admitiu a sua colega de carteira.
Rapunzel sorriu-lhe.
- No inicio também foi para mim.
- Como é que chegaste até aqui?
- Na música?
- Sim.
- Bem tudo começou numa escola de música simples à beira de minha casa. Na altura eu estava a passar por uma "febre" de bateria, mas a minha mãe sabia que era melhor eu ir para piano, uma vez que essa tinha sido sempre a minha maior paixão. Entretanto começaram as minhas aulas de piano com um professor cuja especialidade não era exatamente aquela, mas como era o único que se encontrava livre foi com ele que fiquei. Ele era extremamente querido para mim, mas faltou a exigência que acabei por ganhar quando saí de lá como aluna e fui ter aulas particulares durante este último ano para entrar para o conservatório.
- E o Nick e o Flynn, como é que os conheceste?
- Eles eram professores lá. O Nick era o professor de bateria "porreiro" para mim.
- Hahahaha espera aí, disseste porreiro?!
- Sim.
- Oh meu deus, ele tratava-te tipo irmã mais nova?
- Pior...ele tratava-me como um rapaz.
A colega desatou a rir.
- Tem tudo haver com agora.
- Tem não tem?!
Riram-se.
- Ora o Flynn teve uma mudança ainda maior. Inicialmente nós davamo-nos pessimamente mal. Mas com o tempo, começamo-nos a dar cada vez melhor e quando demos por ela já éramos completamente inseparáveis.
- Ele mudou tanto por tua causa, e isso é tão raro Rapunzel...as pessoas não costumam mudar.
- Pois, eu sei...ele conseguiu-me surpreender sempre. Quando nós tivemos aquele problema por eu precisar da ajuda dele e ele não querer saber, e eu passei a ignorá-lo, eu achei mesmo que ele ia encolher os ombros e desaparecer...
- Mas a verdade é que ele sentiu a tua falta, preparou-te uma surpresa e ajudou-te como ninguém, lançou-te no mundo da música e passou a fazer tudo para tu seres feliz e teres uma vida perfeita....- continuou a colega.
Rapunzel sorriu-lhe.
- Quer dizer que se tu não tivesses entrado para a música, não ias encontrar o teu Nick, nem ias conhecer um homem tão fantástico como o Flynn.
- Por isso é que eu digo que a música mudou a minha vida.
- A música foi o conversor dos teus sonhos em realidades.
- Parece que sim.
- E a natação?
- Não há grande coisa para dizer da natação.
- São só homens bons e água?
A colega piscou-lhe o olho.
- E bons amigos também.
- Claro, ainda me tens de falar sobre os concertos.
- Está bem eu vou-te contar alguns deles.
- Conta-me os que deste com o Nick e o Flynn.
- Ok, então vou-te contar um de verão que tivemos à um ano atrás...

_________________


✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
krats ferez
Grimoire Heart
Grimoire Heart
avatar

Masculino Mensagens : 125
Idade : 21
Data de inscrição : 10/08/2013
Localização : piracicaba-sp
Chaves : :0:0:0

MensagemAssunto: Re: As Realidades de Um Pensamento*   Ter Jul 22, 2014 12:06 am

o modo como tu conta a historia é muito cativante *-*

~a espera do proximo

_________________

e agora Convidado ? a festa acabou a luz apagou o povo sumiu a noite esfriou e agora Convidado ?
e agora você , você que é sem nome que zomba dos outros você que faz versos que ama e protesta
e agora Convidado ?


=obg são lindas <: :
 


Às vezes ate chorava, ate ouvir os Saltimbancos rindo. Então obrigou os olhos a secar e o coração a morrer, e rezou para que a febre queimasse suas lagrimas. Agora sei como Tyrion se sentiu, todas as vezes que riram dele.
                                                                                                                               
  jaime lannister sobre dor que estava sentindo ( As Crônicas de Gelo e Fogo, livro 3 )
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://julio1337.tumblr.com/
Fayne
Fairy Tail
Fairy Tail
avatar

Feminino Mensagens : 140
Idade : 20
Data de inscrição : 13/07/2014
Chaves : :0:1:1

MensagemAssunto: Re: As Realidades de Um Pensamento*   Ter Jul 22, 2014 6:27 pm

owwwwnt obriigadaa a serio *-*
eu tenho de pensar ainda no próximo ^-^ talvez amanhã escreva  Razz 

_________________


✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Popuri
Fairy Tail
Fairy Tail
avatar

Feminino Mensagens : 328
Idade : 19
Data de inscrição : 06/01/2014
Localização : No Japão, em Akihabara, a comprar muitas coisas *.*
Chaves : :1:3:0

MensagemAssunto: Re: As Realidades de Um Pensamento*   Ter Jul 22, 2014 9:37 pm

Eu gostei muito! Concordo, aliás, acho que escreves muito bem, e a forma como escreves torna o texto muito agradável de ler ^-^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário https://www.youtube.com/user/PipocaPopuri http://j-poportugal.forumotion.com/
Sophie
Fairy Tail
Fairy Tail
avatar

Feminino Mensagens : 1329
Data de inscrição : 07/08/2013
Chaves : :5:4:5

MensagemAssunto: Re: As Realidades de Um Pensamento*   Qua Jul 23, 2014 5:01 pm

kyaaah~ que lindoo *--*
Adoro como escreves fics, duma forma simples e clara e muito cativante ;33
Continuaa >n<

_________________


♥Clubes:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fayne
Fairy Tail
Fairy Tail
avatar

Feminino Mensagens : 140
Idade : 20
Data de inscrição : 13/07/2014
Chaves : :0:1:1

MensagemAssunto: Re: As Realidades de Um Pensamento*   Qui Jul 24, 2014 9:03 pm

biiiiiiigada as duas  RsRaposa Envergonhad
fico muito contente que estejam a gostar *-*
vamos a mais um:

☾Capítulo 3 Parte 1☽

Tentou contar o máximo dos pormenores à sua colega, mas estava longe de a conseguir reproduzir como ela realmente havia acontecido.
Rapunzel percorreu o longo tapete vermelho de veludo até chegar ao palco onde eles a esperavam.
- Meu deus...- sussurrou Flynn.
- Que foi?
- Estás...meu deus...
Ela sorriu-lhe.
Estava com um vestido longo preto com algumas partes em renda, e um longo decote em V.
- Tu também.
Ele sorriu-lhe.
Flynn mantinha como sempre a sua elegância através da camisa preta com os primeiros botões desabotoados e as mangas arregaçadas, as calças pretas e os sapatos também eles pretos com laçinhos.
Para piorar aquela tentação ainda tinha o habitual perfume delicioso.
- Já devia estar habituado à tua presença, mas tu surpreendes sempre.
Ela ergueu as sobrancelhas.
- Eu?! Tu é que és a sensação.
Ele abanou a cabeça.
- Estás redondamente enganada.
- Isso é o que tu dizes.
Ele sorriu como se estivesse à espera daquele comentário.
- Não, isso é o que todos dizem.
Deu-lhe um beijinho na cabeça e afastou-se.
Rapunzel sentou-se com os olhos postos no palco.
Todos os músicos corriam de um lado para o outro envoltos nas suas partituras.
Ela reparou na presença de Nick.
- Uau...- fez um gesto em direção ao vestido dela- que vais fazer hoje, princesa?
Ela franziu a testa perante a saudação dele.
- Vou tocar algumas músicas com a orquestra das flautas e depois vou acompanhar o Orff na carmina burana ao piano.
- Que bem, só há um problema.
- Qual?
- É que tu te vais enganar.
Ela suspirou suavemente.
- E depois - continuou ele - vai-se abrir um buraco no chão que te vai sugar! E pior ainda porque no fundo tem um espeto que vais ter de evitar caso não queiras morrer.
Ela ficou horrorizada.
- Estou a brincar, não fiques assim.- piscou-lhe o olho - vou ter com a minha orquestra, até já.
Nick andava com uma atitude um pouco diferente. Ultimamente passava a vida a pegar com ela. Mas, a maior diferença estava no ligeiro interesse que ele tinha começado a demonstrar por ela.
Encolheu os ombros.
"Também não me interessa."
Claro que mais tarde lhe iria interessar, mas o romance ainda se encontrava muito longe.

----------------------------------------

Bem, eu vou dividir este capítulo em algumas partes para não ficar muito pesado e para facilitar a distinção entre o "antes do concerto" o "durante o concerto" e o "depois do concerto"  Razz 

Espero que gostem *-*

_________________


✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
krats ferez
Grimoire Heart
Grimoire Heart
avatar

Masculino Mensagens : 125
Idade : 21
Data de inscrição : 10/08/2013
Localização : piracicaba-sp
Chaves : :0:0:0

MensagemAssunto: Re: As Realidades de Um Pensamento*   Sex Jul 25, 2014 4:01 pm

tão boa mas tão curta :c

como dizem "o que é bom dura pouco"

outro ótimo cap ^^ a espera do próximo

_________________

e agora Convidado ? a festa acabou a luz apagou o povo sumiu a noite esfriou e agora Convidado ?
e agora você , você que é sem nome que zomba dos outros você que faz versos que ama e protesta
e agora Convidado ?


=obg são lindas <: :
 


Às vezes ate chorava, ate ouvir os Saltimbancos rindo. Então obrigou os olhos a secar e o coração a morrer, e rezou para que a febre queimasse suas lagrimas. Agora sei como Tyrion se sentiu, todas as vezes que riram dele.
                                                                                                                               
  jaime lannister sobre dor que estava sentindo ( As Crônicas de Gelo e Fogo, livro 3 )
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://julio1337.tumblr.com/
Fayne
Fairy Tail
Fairy Tail
avatar

Feminino Mensagens : 140
Idade : 20
Data de inscrição : 13/07/2014
Chaves : :0:1:1

MensagemAssunto: Re: As Realidades de Um Pensamento*   Sab Jul 26, 2014 12:29 am

pois eu sei...mas é para dividir ^^
mas obriiiiigadaaaaaaaaaaaaaaaa a serio *-*


☾Capítulo 3 Parte 2☽

Os músicos correram para cima do palco, organizaram-se nas suas orquestras, pousaram as partituras e prepararam os instrumentos.
- Abram as portas. - anunciou um dos coordenadores.
As pessoas começaram a entrar. Algumas com calma, outras desesperadas em busca do melhor sítio para se sentarem.
O concerto ia contar uma viagem por diferentes pontos do mundo. Alguns destacavam-se mais, como a orquestra da percussão com África e o México, cujos sons eram facilmente reconhecíveis.
Rapunzel não sabia ao certo que partes do mundo tinham calhado à orquestra das flautas e do orff.
- São músicas agradáveis, não estão propriamente ligadas a uma parte específica do mundo. - sussurrou-lhe Flynn ao ouvido.
Já estava habituada às leituras dos seus pensamentos por Flynn. Ele conseguia fazer boas suposições decifrando assim as suas expressões faciais.
- Eles enganaram-se. - comentou ele.
- Saltaram a parte das escalas não foi?
- Exatamente.
Sorriu-lhe.
- Também era extremamente difícil.
- Sim, mas Rapunzel, nós estamos a meio do concerto, já não deviam haver erros a apontar.
- Claro, mas enfim...sabes do que é que eu me lembrei?
- Diz.
- No final da carmina burana, em vez de fazer os acordes em posição cerrada, pensei em tocar em oitavas.
Ele esboçou um sorriso enorme.
- O que seria de mim sem ti?
Ela baixou a cabeça, escondendo o sorriso no cabelo castanho ondulado.
- Trouxeste o casaco branco?- perguntou-lhe ele.
Ela abriu o saco da flauta e mostrou-lhe o casaco.
- Acho que já devia pegar nele, porque as flautas vão tocar daqui a nada.
- Claro, pega já.
A orquestra começou a pegar nos instrumentos.
A sua flauta era a flauta baixo, ou seja a maior.
Para piorar a situação tinha de se manter de pé.
- A flauta é maior que tu hehehe - brincou ele.
- Pois eu sei.
- Não tens a fita para a prender ao pescoço?
- Não eu não gosto disso, pareço presa por uma coleira.
Ele desatou a rir, enquanto pegava no bandolim.
- Vamos a isto, querida?
- Vamos.
O maestro deu inicio para a orquestra mais os acompanhantes começarem a tocar.
- Eu continuo a não saber o que raios é que estamos a tocar. - sussurrou novamente Flynn ao ouvido dela.
Ela tentou conter o riso, enquanto soprava as notas.
As palmas ecoaram na enorme sala.
- Agora vou estar mais umas 5 horas sem fazer nada.
Ele riu-se.
- Que exagerada, mas bem é melhor sentares-te- procurou com o olhar uma cadeira- só tenho a minha...mas eu vou estar a tocar guitarra, e não trouxe a fita da guitarra.
- Ah claro não há problema eu sento-me no chão.
- Espera! - afastou os fios e as estantes, segurou na mão dela e ajudou-a a sentar-se no chão - assim sim.
Ela sorriu-lhe.
- Ainda bem que eu vim com um vestido grande para este concerto.
- Sim, mas se viesses com um curto eu já tinha ido arranjar uma cadeira. - piscou-lhe o olho.
Pousou o bandolim e pegou na guitarra.
Começou a tocar virado para ela com o sorriso fixo nos seus lábios.
- Gostas?
- Claro.
- Acabei de improvisar- confessou ele enquanto soltou um riso leve - parece que não correu assim tão mal.
O Professor André aproximou-se deles.
- Somos a seguir com o Vivaldi.
- Está bem, vai indo para lá. - disse-lhe ele.
Flynn pousou a guitarra e estendeu a mão a Rapunzel.
Ela segurou-a e ele levantou-a com a leveza habitual, fazendo-a de seguida dar uma voltinha até a sentar na sua cadeira.
- Fica aqui um bocadinho e depois passa por ali para chegares ao piano.
- Está bem.
Ele pôs um olhar sério.
- Tem cuidado com os fios- voltou a pôr um ar brincalhão - não era nada agradável se a minha pianista desse uma grande queda para cima do piano.
- Não te preocupes.
Ele riu-se.
- Espero bem que não, vá até já.
Passou-lhe a mão pelo pulso dela e afastou-se.
Aquela composição de Vivaldi era a mais conhecida. Toda a gente sabia reconhecer as Quatro Estações, especialmente a Primavera que era a que o Orff se encontrava a tocar.
Flynn olhou para ela.
Rapunzel levantou-se, pegou nas partituras e passou pelos fios com a ajuda de Nick que lhe ofereceu a sua mão.
Sentou-se ao piano, pousou as partituras e virou-se para ele.
- Quando estiveres pronta diz.
Ela leu-lhe os lábios e acenou.
A carmina burana foi um sucesso como já era esperado por ambos.
Quando terminaram o público levantou-se em êxtase, batendo com uma mão na outra freneticamente.
Flynn aproximou-se dela e abraçou-a.
- Foi incrível!!!
- Foi mesmo!!!
Riram-se em profunda felicidade.
- Agora vêm os roqueiros todos, por isso queres ir para ali? - apontou para o canto direito do palco.
- Está bem, vamos lá.
A percussão e as guitarras encerraram aquele belo concerto.
- Obrigado pela vossa comparência! - agradeceu o coordenador - esperamos que tenham gostado, e boas férias para todos!
- Anda. - murmurou-lhe Flynn.

_________________


✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
krats ferez
Grimoire Heart
Grimoire Heart
avatar

Masculino Mensagens : 125
Idade : 21
Data de inscrição : 10/08/2013
Localização : piracicaba-sp
Chaves : :0:0:0

MensagemAssunto: Re: As Realidades de Um Pensamento*   Seg Jul 28, 2014 6:20 am

outro ótimo capitulo.. e esse foi maior \o/ e teve até Vivaldi hihih~

bom, eu espero o próximo..

ps: não resisto a tentação de comentar xD

_________________

e agora Convidado ? a festa acabou a luz apagou o povo sumiu a noite esfriou e agora Convidado ?
e agora você , você que é sem nome que zomba dos outros você que faz versos que ama e protesta
e agora Convidado ?


=obg são lindas <: :
 


Às vezes ate chorava, ate ouvir os Saltimbancos rindo. Então obrigou os olhos a secar e o coração a morrer, e rezou para que a febre queimasse suas lagrimas. Agora sei como Tyrion se sentiu, todas as vezes que riram dele.
                                                                                                                               
  jaime lannister sobre dor que estava sentindo ( As Crônicas de Gelo e Fogo, livro 3 )
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://julio1337.tumblr.com/
Fayne
Fairy Tail
Fairy Tail
avatar

Feminino Mensagens : 140
Idade : 20
Data de inscrição : 13/07/2014
Chaves : :0:1:1

MensagemAssunto: Re: As Realidades de Um Pensamento*   Sex Ago 01, 2014 7:37 pm

biigada hehehhee, fico contente que gostes *-*
vamos a mais um, entao ^^

☾Capítulo 3 Parte 3☽

As pessoas começaram a cercá-los, enchendo-os de perguntas e felicitações pelo concerto.
Flynn e Rapunzel sorriam com os olhos iluminados.
- Vamos ter de arrumar.- anunciou-lhe ele.
Ela passou a mão pela cabeça.
- Desta vez não escapo?
Ele riu-se.
- Não, mas também eu só te deixo pegar nas coisas leves. Tudo o que for pesado, trato eu.
- Obrigada.
Ele sorriu-lhe.
- Não tens de agradecer, vamos a isso.
Ela pegou numa estante de partitura e ele numa coluna gigantesca.
Os outros músicos começaram a retirar os instrumentos do palco.
Só o piano se manteve no mesmo sítio.
Rapunzel não resistiu à tentação que se apoderava dela. Dentro de alguns minutos ele iria ser retirado dali, e só voltaria a ver aquele incrível piano de cauda preto passados uns largos meses.
Segurou no vestido, sentou-se e começou a tocar.
Flynn sentou-se à beira dela.
- Chopin?
- Sim.
- Como tu ficaste para conseguires tocar essa peça...ainda há umas semanas estavas com ligaduras nos pulsos e com tendinites nos dedos...
- A valsa não é nada fácil, por isso é que eu acabei assim.
- Não Rapunzel, tu acabaste assim, porque durante 2 semanas não fizeste mais nada que tocar piano. - disse ele com um tom um pouco alterado - tu mal dormiste.
Ela fez um ritardando para lhe poder passar a mão pelo rosto.
- Mas agora já estou bem, por isso não tens de te preocupar.
Ele sorriu.
- Eu sei.
Os dedos dela voltaram a acelerar.
- Sabes, Rapunzel?
- O quê?
- Eu acho que essa peça vai ser aquela que te vai levar ao sucesso.
Ela sorriu.
- Talvez.
Flynn tinha razão. A Valse Op. 64 no.2 iria encantar um incrível mestre de piano, que ouvindo-a, a desejaria ter como aluna; iria ser o principal motivo para a entrada no conservatório; e por fim iria ser de facto a peça que lhe levaria ao sucesso, tanto para as pessoas que se apaixonavam a ouvir a sua versão como para os professores que descobriram o seu talento e a sua paixão com a Valsa.
- Posso inventar qualquer coisa contigo?
- Claro, em que parte é que queres tocar?
- Não sei, tu é que percebes disto.
Ela riu-se ao de leve.
- Vamos fazer algo com as teclas pretas, são mais difíceis de tocar, mas qualquer coisa que toques nelas soa bem, por isso tu não vais fazer nada demais.
- Então o que é que eu faço?
- O que quiseres, inventa para aí.
- Ok, mas depois não digas que eu destruo a tua parte.
- Não te preocupes, vais ver como vai sair uma melodia bonita.
Ele sorriu e pousou os dedos fortes nas teclas. Soltou algumas notas sem ligação ao inicio mas depois começou a formar uma sequência musical.
Ela analisou-a atentamente, pôs o pé sob o pedal direito e começou a tocar notas graves e centrais, fazendo longas descidas e subidas de arpejos com a mão esquerda e oitavas ou ornamentos com a mão direita.
Flynn começou-se a rir, completamente emocionado.
- Isto está tão lindo!
- Eu disse.
- Uma coisa é tocar uns acordes no piano, outra coisa é fazer isto.
Ela deitou-lhe um grande sorriso.
-Não compares formação musical com isto.
- Pois eu sei. - desviou um pouco os olhos para ela - ainda bem que tu te tornaste numa pianista, tinha sido um grande desperdício de talento, se tivesses ido para a bateria...mesmo que te tornasses numa grande baterista, nunca poderias causar esta sensação nas pessoas, esta felicidade em tocar piano, e partilhar contigo a tua paixão...
Os olhos dela humedeceram-se.
- Foi uma boa intervenção dos meus pais...ao inicio eu pensava em largar o piano...mas agora eu não me imagino a viver sem ele...o piano tornou-se na minha vida...
- E é por isso que quando tocas dás vontade aos outros de tocarem contigo...quando eu te vejo, parece tão fácil, tão simples, ao contrário de outros pianistas que parece que o piano é um monstro.
Ela riu-se.
- Para tu criares essa sensação de facilidade precisas de fazer muito mais do que tocar e ter paixão. Precisas de passar horas e horas a treinar arduamente, para depois não teres de estar a olhar nervosamente para as teclas, e poderes assim virar a cara, fechar os olhos ou sorrir para o público.
- Qualquer músico precisa de fazer isso.
- Ah obviamente, a começar por ti.
- Tinha de sobrar para mim.
Riram-se.
- Eu estou a brincar Flynn.
- Eu sei.
- Temos de arrumar o piano, para fechar o palco - avisaram os coordenadores.
- Está bem, desta vez tratam vocês dele? - perguntou Flynn.
- Sim, vocês já podem ir.
- Está bem, obrigado, boas férias.
Saíram de cima do palco e começaram-se a afastar lentamente.
Rapunzel virou-se para trás para contemplar o piano.
Sentia-se sempre triste quando abandonava os palcos, era como se uma parte da sua alma ficasse abandonada junto dos pianos.
Flynn agarrou-a pela cintura.
- Daqui a uns meses vamos estar aqui outra vez, não te preocupes.
Ela virou-se para ele.
- E se eu não estiver? Eu vou deixar de ser aluna aqui.
- Rapunzel, tu nunca foste uma aluna, foste e serás sempre a eterna pianista. E de qualquer das formas, nós os dois vamos trabalhar sempre juntos, como eu digo sempre, o que seria de mim sem ti?
Ela sorriu ao mesmo tempo que caíam algumas lágrimas dos seus olhos.
Ele abraçou-a com força.
- Tu vais estar sempre comigo. - murmurou ele, junto aos cabelos dela.
Ela olhou-o nos olhos.
- Vamos tocar mais um bocadinho fora daqui?
Ele sorriu.
- Vamos.

-----------------------------------------
Pronto e já está o fim de um concerto, espero que gostem *-*
Para o próximo capítulo vou falar sobre outra coisa qualquer hehehehe com música claro  Razz

_________________


✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fayne
Fairy Tail
Fairy Tail
avatar

Feminino Mensagens : 140
Idade : 20
Data de inscrição : 13/07/2014
Chaves : :0:1:1

MensagemAssunto: Re: As Realidades de Um Pensamento*   Ter Ago 19, 2014 7:00 pm

bem...quero que o tema do próximo capítulo seja escolhido por vocês ^^
por isso querem, um capítulo:

 Like a Star @ heaven sobre uma pessoa qualquer que ainda não tenha falado

 Like a Star @ heaven sobre o Nick

 Like a Star @ heaven sobre o Flynn

 Like a Star @ heaven sobre um sítio qualquer

 além de tudo isto queria dizer que se quiserem eu posso incluir pessoas aqui do forum para vocês poderem participar a sério na história...sem fugir claro à realidade, mas vou juntar-vos para animar mais  Razz 

bem, quem quiser entrar, comente hehehe *-* e nao se esqueçam do tema  Razz

_________________


✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Popuri
Fairy Tail
Fairy Tail
avatar

Feminino Mensagens : 328
Idade : 19
Data de inscrição : 06/01/2014
Localização : No Japão, em Akihabara, a comprar muitas coisas *.*
Chaves : :1:3:0

MensagemAssunto: Re: As Realidades de Um Pensamento*   Qui Ago 21, 2014 11:07 pm

Acabei agora de ler todo o capitulo 3! Adorei! Foi mesmo muito giro! Adoro a maneira como escreves! *o*

Hum... Acho que seria interessante um capitulo sobre o Flynn.
E gostava de entrar na fic ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário https://www.youtube.com/user/PipocaPopuri http://j-poportugal.forumotion.com/
krats ferez
Grimoire Heart
Grimoire Heart
avatar

Masculino Mensagens : 125
Idade : 21
Data de inscrição : 10/08/2013
Localização : piracicaba-sp
Chaves : :0:0:0

MensagemAssunto: Re: As Realidades de Um Pensamento*   Sex Ago 22, 2014 12:55 pm

eu amei esse cap *~* serio.. o melhor é ouvir chopin enquanto lê kk..

concordo com a popuri quero saber mais do Flynn. xD

e gostaria de entrar na fic também Very Happy  \p/

_________________

e agora Convidado ? a festa acabou a luz apagou o povo sumiu a noite esfriou e agora Convidado ?
e agora você , você que é sem nome que zomba dos outros você que faz versos que ama e protesta
e agora Convidado ?


=obg são lindas <: :
 


Às vezes ate chorava, ate ouvir os Saltimbancos rindo. Então obrigou os olhos a secar e o coração a morrer, e rezou para que a febre queimasse suas lagrimas. Agora sei como Tyrion se sentiu, todas as vezes que riram dele.
                                                                                                                               
  jaime lannister sobre dor que estava sentindo ( As Crônicas de Gelo e Fogo, livro 3 )
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://julio1337.tumblr.com/
Fayne
Fairy Tail
Fairy Tail
avatar

Feminino Mensagens : 140
Idade : 20
Data de inscrição : 13/07/2014
Chaves : :0:1:1

MensagemAssunto: Re: As Realidades de Um Pensamento*   Ter Ago 26, 2014 9:03 pm

biiiiiiiiiiiiiiiiiiiiigadaaaaaaaaaaaa Raposa com Coração RsRaposa Envergonhad
bem entao vou escrever mais um sobre o Flynn Razz

☾Capítulo 4 ☽
Uma vida preenchida pela família, pela mulher, pela filha, pelos amigos, pelas amigas, pelo trabalho, pelas festas, pela música, e pela Rapunzel.
Essa era a sua vida.
Flynn introduziu um CD no leitor de música do carro.
Estava a precisar de ouvir as belas sinfonias clássicas. Talvez fosse por sentir saudades de tocar aquele género de obras, ou talvez fosse por sentir saudades dela.
Olhou para o relógio e esboçou um belo sorriso.
"Está na hora...finalmente."
Pegou no casaco e entrou com toda a sua elegância na escola de música.
- Boa tarde Flynn! - saudou a voz de Diogo.
- Boa tarde, como estás?
- Bem e tu?
- Também.
- Estás com muito boa cara, aconteceu-te algo de bom?
Ele sorriu.
- Ainda não.
O amigo sorriu-lhe também.
- Ela ainda não chegou.- informou-lhe Diogo.
- Já reparei.
- Mas estão aqui dois visitantes para ti - apontou para uma rapariga e um rapaz sentados nas belas cadeiras pretas - acho que se chamam Popuri e Krats Ferez se não estou em erro...
- Hmm está bem, mas são futuros alunos?
Diogo encolheu os ombros.
- Talvez, ainda não sabemos se querem ficar por aqui ou não.
- Está bem,vemo-nos logo Diogo.
- Até logo.
Flynn aproximou-se deles.
- Olá, como estão?
- Bem. - responderam eles com uma certa curiosidade no olhar.
- Ainda bem, já agora...eu chamo-me Flynn e vocês?
- Krats Ferez.
- Popuri.
Ele sorriu-lhes.
- Têm nomes bastante bonitos...por acaso não tocam algum instrumento?
- Eu toco flauta, mas adorava tocar baixo.- confessou a Popuri.
- Baixo...temos um professor aqui de guitarra baixo, muito bom, talvez pudesses ter aulas com ele.
- Pois eu não sei, não tenho muito tempo.
- Acredito - virou-se para o rapaz - e tu?
- Eu toco violoncelo.
- Ai sim?! - ergueu as sobrancelhas - é um instrumento muito bonito.
- É professor de violoncelo? - perguntou-lhe Krats Ferez.
- Não. Sou professor de guitarra clássica e formação musical, mas além disso toco ainda um pouco da maior parte dos instrumentos...mas, violoncelo não - riu-se ao de leve - talvez tu me queiras ensinar.
O rapaz riu-se também.
- Não, eu ainda sou um iniciante, só toco à cerca de um 1 ano e meio.
Flynn pôs uma expressão mais séria.
- Isso não tem nada haver, o tempo não define de maneira alguma o talento.
Ouviu-se uma voz feminina ao de longe.
- Eu venho já. - disse ele ansiosamente.
Caminhou na direcção da porta de entrada, até que a viu a sorrir-lhe no seu vestido azul escuro.
Ela abraçou-o enquanto se ria levemente.
- Como estás, querida?
- Bem, e tu?
- Também.
- Ainda bem.
Ele deslizou com os dedos pelos braços dela e depois voltou a enlaçá-la pela cintura.
- Tens muitas músicas para ver?
- Tenho.
- Mas achas que hoje consegues abdicar de um bocadinho desse tempo para estares comigo e com dois visitantes?
Ela encolheu os ombros.
- Claro, mas depois tenho de ir à sala de bateria...o Nick preparou-me mais uma surpresa extravagante.
Ele riu-se.
- Vai expressar o seu amor com um heavy metalzinho para ti. - brincou ele.
- Espero bem que não.
Encaminhou-a até ao corredor onde os visitantes estavam enquanto lhe contava a história de cada um deles.
- Apresento-te a Popuri e o Krats Ferez.
- Muito prazer. - saudou ela.
- Igualmente.
- Esta é a Rapunzel, é uma pianista incrível.
- Hei de ser um dia - comentou ela com um sorriso - ele já me falou sobre vocês...que bom que é ver 2 músicos talentosos.
Eles sorriram.
- Gostavam de tocar um bocadinho para nós?
- Claro. - responderam eles.
- Eu vou buscar um violoncelo, e tu arranjas uma flauta está bem, querida?
- Está bem.
Afastaram-se ao longo dos belos tapetes e dos belos quadros que destacavam os corredores e as salas.

---------------------------------------------------------------------------------

Bem aqui está mais um capítulo *-*
Espero que gostem ^-^

P.S.: Dava-me jeito eu saber de alguma especialidade vossa além da música na história, como um talento para o desenho, para o desporto, para a culinária, etc e também algumas coisas que gostem e isso só para depois encher mais a história e vocês poderem participar mais ativamente nela ^-^

_________________


✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Popuri
Fairy Tail
Fairy Tail
avatar

Feminino Mensagens : 328
Idade : 19
Data de inscrição : 06/01/2014
Localização : No Japão, em Akihabara, a comprar muitas coisas *.*
Chaves : :1:3:0

MensagemAssunto: Re: As Realidades de Um Pensamento*   Qua Ago 27, 2014 12:51 pm

Adorei! *-*

Hum... deixa ver... eu gosto de cantar (se o faço bem ou não é que já é outra história xD), desenho relativamente bem, também de gosto de dançar, gosto de ler, ver anime, ouvir música e escrever também. Mais... gosto de basquete e acho que jogo relativamente bem (não sei se isto serve de alguma coisa mas ok xD) e acho que é só, não me consigo lembrar de mais nada Razz mas espero que isto ajude!
Qualquer coisa que seja preciso estás à vontade para perguntar ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário https://www.youtube.com/user/PipocaPopuri http://j-poportugal.forumotion.com/
krats ferez
Grimoire Heart
Grimoire Heart
avatar

Masculino Mensagens : 125
Idade : 21
Data de inscrição : 10/08/2013
Localização : piracicaba-sp
Chaves : :0:0:0

MensagemAssunto: Re: As Realidades de Um Pensamento*   Qua Ago 27, 2014 5:41 pm

Esse capitulo foi muito bom \p/
Então..  eu não tenho mts talentos e os que tenho são inúteis xD
eu leio bastante , sou bom em equilibrar cartas xD... sou um péssimo cozinheiro ... jogo tênis as vezes .. amo poesia...tenho uma memoria boa.... amo animais.. sou BASTANTE irônico ya é um dos meus defeitos nem preciso falar que amo musica.. tenho um gosto estranho para musicas hueheu c: ... e me acho bem extrovertido e um pouquinho hiperativo e sedentário xD... sinta-se a vontade para fazer oq quiser com meu personagem ^~^..

_________________

e agora Convidado ? a festa acabou a luz apagou o povo sumiu a noite esfriou e agora Convidado ?
e agora você , você que é sem nome que zomba dos outros você que faz versos que ama e protesta
e agora Convidado ?


=obg são lindas <: :
 


Às vezes ate chorava, ate ouvir os Saltimbancos rindo. Então obrigou os olhos a secar e o coração a morrer, e rezou para que a febre queimasse suas lagrimas. Agora sei como Tyrion se sentiu, todas as vezes que riram dele.
                                                                                                                               
  jaime lannister sobre dor que estava sentindo ( As Crônicas de Gelo e Fogo, livro 3 )
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://julio1337.tumblr.com/
Popuri
Fairy Tail
Fairy Tail
avatar

Feminino Mensagens : 328
Idade : 19
Data de inscrição : 06/01/2014
Localização : No Japão, em Akihabara, a comprar muitas coisas *.*
Chaves : :1:3:0

MensagemAssunto: Re: As Realidades de Um Pensamento*   Qua Ago 27, 2014 7:24 pm

Concordo, podes fazer o que quiseres com a minha personagem também ^^

Ah, e agora lembrei-me, também adoro animais, especialmente cães. AMOOOO cães *O*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário https://www.youtube.com/user/PipocaPopuri http://j-poportugal.forumotion.com/
Fayne
Fairy Tail
Fairy Tail
avatar

Feminino Mensagens : 140
Idade : 20
Data de inscrição : 13/07/2014
Chaves : :0:1:1

MensagemAssunto: Re: As Realidades de Um Pensamento*   Sab Ago 30, 2014 8:21 pm

biiiiiiiigada por todos os comentarios *-* voces sao uns queriidos RsRaposa Envergonhad
e ja agora obrigada pelas informações Razz quando precisar de mais alguma coisa depois aviso ^^
vamos a mais um entao hehehe:


☾Capítulo 5☽

Rapunzel sorria no seu vestido branco que flutuava ao de leve com o vento.
- Eles inscreveram-se na escola.
- A sério?!
- Sim, mas não vão ter aulas de instrumento por causa dos horários.
- Então só vão ter formação musical contigo e orquestra.
Flynn pôs um ar pensativo.
- Acho que a Popuri e o Krats Ferez ainda não escolheram a orquestra.
- Gostavas que eles viessem para a nossa?
Ele sorriu-lhe.
- Gostava, e tu?
- Também.
Os dias andavam recheados de sol e calor. Sentiam-se os aromas das flores, dos gelados e dos perfumes nas ruas e nos passeios.
- Tens andado muito distante...pergunto-me em que pensas tanto. – murmurou Flynn.
Ela comprimiu os lábios.
Não era propriamente fácil passar a vida junto de uma pessoa tão especial como o Flynn, e ao mesmo tempo ter outra pessoa que devia amar.
“- Quando não estás sente-se tanto a tua falta...quer dizer...eu sinto a tua falta...para mim é impossível não notar a tua presença...tu mudas tudo”
Os seus pensamentos não paravam de repetir a frase que Nick lhe tinha dito na sua despedida.
Será que ele gostava mesmo dela?
Flynn agarrou-a e fixou os olhos preocupados nela.
- Em que é que estás a pensar?
- Nas peças que tenho de trabalhar quando chegar a casa. – mentiu.
Ele abanou a cabeça com um ar devastado.
- Eu sei que me estás a mentir – engoliu em seco – deves ter um boa razão.
- Flynn... – deixou cair duas lágrimas e começou a correr para longe dele.
Embateu contra uma rapariga.
- Aaaam desculpa...
- Não faz mal...ah tu és a Rapunzel.
- E tu és a Popuri – desviou os olhos – e tu és o Krats Ferez.
- Sim, nós viemos ver a loja de animais nova que abriu.
- Gostam de animais?
- Sim eu adoro! – exclamou o Krats Ferez.
- Eu também, especialmente cães! – exclamou a Popuri.
Rapunzel sorriu com alguma dificuldade.
- Já soube que se inscreveram na escola de música.
- É, disseram-nos que temos de escolher uma orquestra, mas quais são as opções?
- Temos a orquestra das flautas, do coro infantil, do coro juvenil, dos violinos, das guitarras, da percussão, e o orff.
- O que é o orff?
- É a minha orquestra e a do Fly... – a voz dela perdeu-se no nome dele – nós pensamos que era bom vocês virem para o orff, porque é uma orquestra composta por vários instrumentos e assim podíamos por-vos a tocar em diferentes instrumentos. Além do mais era interessante termos um violoncelista fixo, já que os outros 2 só nos acompanham de vez em quando, e também ter alguém que cantasse.
- Ah então podem contar comigo para ser o vosso violoncelista.– comentou o Krats Ferez com um sorriso.
- E eu adoro cantar, apesar de não saber se tenha jeito mas pronto. – confessou a Popuri com um riso leve.
- Isso é o que todos os cantores dizem, nunca têm jeito e depois dão concertos incríveis...mas então já podemos ter-vos amanhã no orff?
- Por mim tudo bem.
- E por mim também.
- Então vemo-nos amanhã. Fiquem bem.
Separou-se deles e seguiu por um atalho.
- A caminhar sozinha por um jardim tão bonito? – perguntou a voz melodiosa.
- Como é que me encontraste?
Ele riu-se.
- Rapunzel tu não és difícil de encontrar. – sorriu-lhe – desculpa por te ter incomodado, se não queres contar o que se passa, é incorrecto eu estar a insistir e a tentar obrigar-te a falar...perdoa-me.
Ela sorriu com a felicidade a apoderar-se novamente dela.
- Eu estava a pensar em ti e no Nick...não sei porquê, mas começei-me a sentir estranha à tua beira...mas agora tu acabaste de me relembrar quem é o Flynn para mim – deu-lhe a mão – nunca saberei qual é a minha ligação contigo, mas também não preciso, basta-me saber que és especial para mim e fundamental na minha vida.
Ele franziu a testa enquanto assimilava tudo e depois abraçou-a com um sorriso comovente.
- Considera-te uma sortuda, por teres 2 giraços preocupados contigo.
Ela desatou a rir.
- Nada convencido.
- Nada convencido. – repetiu ele com o seu riso deslumbrante.
---------------------------------------------------------------------


A verdade é que eu tinha começado a escrever um capítulo ontem super animado mas hoje senti necessidade de escrever algo totalmente diferente que expressa-se a confusão de sentimentos que nós enfrentamos tantas vezes ao longo da vida...

Bem, espero que gostem *-*
Para o próximo capítulo vou-vos pôr na orquestra!!!!! Raposa Sorridente

_________________


✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺☾✺
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
krats ferez
Grimoire Heart
Grimoire Heart
avatar

Masculino Mensagens : 125
Idade : 21
Data de inscrição : 10/08/2013
Localização : piracicaba-sp
Chaves : :0:0:0

MensagemAssunto: Re: As Realidades de Um Pensamento*   Dom Ago 31, 2014 12:08 am

não chore Rapunzel!!! Cebola Danada

mais um capitulo de respeito <: parabéns..

da pra ver que vc gosta de escrever ^-^

_________________

e agora Convidado ? a festa acabou a luz apagou o povo sumiu a noite esfriou e agora Convidado ?
e agora você , você que é sem nome que zomba dos outros você que faz versos que ama e protesta
e agora Convidado ?


=obg são lindas <: :
 


Às vezes ate chorava, ate ouvir os Saltimbancos rindo. Então obrigou os olhos a secar e o coração a morrer, e rezou para que a febre queimasse suas lagrimas. Agora sei como Tyrion se sentiu, todas as vezes que riram dele.
                                                                                                                               
  jaime lannister sobre dor que estava sentindo ( As Crônicas de Gelo e Fogo, livro 3 )
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://julio1337.tumblr.com/
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: As Realidades de Um Pensamento*   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
As Realidades de Um Pensamento*
Voltar ao Topo 
Página 1 de 3Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Pensamentos Góticos

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fairy Tail PT-BR :: Off Topic :: Zona dos Membros :: Fanfics-
Ir para: